How to grow on Instagram – Is it still possible?

WWMS-ParkOct2017_23If you are part of the content creator /influencer world in Switzerland or if you like to follow it then you’ve probably noticed the craziness we went through recently with this crusade against influencers that allegedly buy followers and so on… (If not, sure you can google it)

We are not here to judge, the only thing we like to judge at Miranda Team are clothes but we are definitely really open about it – especially when the person wears it with confidence. But we like to discuss it and try to understand. Of course that, from a company perspective the situation of fake followers is not ideal, but I ask myself: Do these companies really not know about it? And if they want to know they would have right? If the news did, they could have done their research too.

As a follower, I don’t really follow someone because they are big or small (as many people do – up to you). I do it because I like the content, the photos, the captions, the vibe.

If they buy or not that really does not concern me. Is it right to do it? I don’t know. I don’t know this person’s motivation or business plan so, how to judge them? Most of the accused ones, seem to have quite a lot of followers even with the percentage of allegedly fakes, so it was definitely a business option for them. Will I unfollow them because of this? Only if I don’t like their content and that’s a rule applied to anyone I follow.

If we think carefully, people that started 5 years ago or even before, started at the perfect time. The industry was not that saturated & Instagram didn’t have created this crazy numeric. This means that by using the right TAGS and hashtags, having nice content or to sum up by being a good “Instagrammer” you could be feature higher (in the main search page) and also the chances of being reposted were much higher. Now you can do all this and still have the same low reach as always and never be feature anywhere.

I totally understand the frustration of the first generation of bloggers, that did all organically, but it’s true guys, you were pioneers starting at the right time. Nowadays, the ones that grew fast are the ones with lots of contacts or lucky. Many dopes creatives accounts are struggling, so what now? Sometimes it’s sad and disappointing to see the stats so low. But this does not mean we want or need to buy anything.

I believe it all depends on what you want from your Instagram… For me, for instance, Instagram is like the old & good Fotolog (yeah, I’m that old – and I used to have it). I love Instagram because I love photos and I like to see people’s way of displaying life (it’s my favorite social media by far).

I try to show my life and my way of seeing things but it’s also an extension of the blog –the blog being the thing that I really like doing and want people to access. Would I love more followers on Instagram? For sure (especially because I love Instagram)! Do I need them? I don’t know. Maybe yes – it wouldn’t hurt. So, this is the first thing you need to think about. Why do you need Instagram for?

Sometimes I look close to my account and a lot of people without profile pic or with bizarre ones have added me. If I have time I’ll check them out and block them if it seems really dodgy. Some other days I just get happy to have a bigger number of followers just to wake up the other day to see that I have 10 fewer followers. This all happens naturally, without forcing or buying nothing. Instagram is not an organic machine guys, and it’s certainly not the real world too.

So what’s the fuss with Instagram? I really think the business of Influencer and online content creators is changing and it has too. For a long time, it was all about the numbers, now I believe it’s time for the agencies and brands to give chance for more creative people willing to work and that are really close & connected to an audience (micro-influencer). But it’s a slow movement, meanwhile, my first tip is to take care of our own content and accounts. It’s nice to look at others and be inspired by them, but, be proud of your work and learn to appreciate other’s work too.

So here it goes, my tips to grow on Instagram and please share yours too if you have some, there’s enough online space to all of us let’s be kind and help each other 😉

Strong content – Like for your blog you gotta “work, work work” your Instagram… Find your theme and go with it. Go crazy too, be more natural. It’s a small square, so be bold and brave. I also do believe it’s best for your Instagram to have different things than what you already displayed on the other medias you have (blog, site, YouTube Channel and so on…). If your work is good people will add you and recognize you.

Do videos – Still one of the ways of appearing somewhere is through videos and stories, so be it! I can see that a lot of new people come because of the videos – mental note to do more!

TAGs and Hashtags – It still works to have the hashtags cloud and tags to brands/people. But you have to be more accurate and precise and also change it instead of using the same as always. Put it also on your videos & stories. If a brand/ profile that you tagged repost you, a lot may happen too!

Interact – Do you like Instagram? So comment, like photos, discover new people, add the ones you like, be real. This will make people visit you too and it’s also a font of inspiration. Instagram is about interaction so think 1 to 3 hours per day for that. I know it sounds a lot but that’s why influencers that only do this for a living grow faster, because they spend an important time interacting with a lot of people, like this, they get new connections and followers. Also, remember to be cool with your community, answer them, interact with them… Treat them like you would like to be treated by the ones you follow.

Make friends in the business – Not because you are interested in what they have to offer but because you connect with them. You already have something in common, so when you find your people, stick to them, help each other, comment on each other’s photos and so on. All this helps to “break” the numeric and is enriching for you as a person to exchange with people in the same business as you.

Sponsored post –  Less glamorous, one may say, but it’s more business oriented and may work wonders. If you have a budget, create a strategy and invest a little. It will bring new people. Probably the reason Instagram changed, so we spend money with them. Again, it all depends on what you want from your Instagram, otherwise be organic.

These are the main ways I can think of now, but feel free to comment and send us your thoughts. If you want to start on this industry remember it’s hard work, so be kind and cool, this will attract nice things back to you.

That’s all.


Em Português:

WWMS-ParkOct2017_27Se você estiver no mundo do criador de conteúdo/influencer na Suíça ou se você gosta de seguir nas redes, então você provavelmente notou a loucura que roloz recentemente com essa “cruzada” contra influenciadores que supostamente compram seguidores e assim por diante … (se não, só dar Google básico que você acha)

Nós não estamos aqui para julgar, a única coisa que a equipe da Miranda gosta de julgar são roupas, mas definitivamente somos abertos sobre isso – especialmente quando a pessoa usa uma roupa com confiança. Mas gostamos de discutir sobre assuntos diversos isso e tentar entender. Claro que, da perspectiva de uma empresa, a situação de compra de followers não é ideal, mas eu me pergunto se essas empresas realmente não sabem sobre isso? E se eles quiserem saber elas teriam como não? Se a impressa conseguiu, eles poderiam ter feito suas pesquisas também.

Como um seguidor, eu realmente não uso como critério para seguir alguém o fato de ser grande ou não o número de followers (para algumas pessoas isso interessa, sem problemas). Eu sigo alguém porque gosto do conteúdo, das fotos, das legendas, da vibe. Se eles compram ou não, isso realmente não me interessa. É certo fazê-lo? Eu não sei. Eu não conheço a motivação ou o plano de negócios dessa pessoa, então, como julgá-los? A maioria dos acusados parece ter muitos seguidores, mesmo com a porcentagem de supostamente falsos, assim podemos ver que foi definitivamente uma opção comercial para eles. Será que eu deixarei de segui-los isso por causa disso? Somente se eu não gostar de seu conteúdo e essa é uma regra aplicada a qualquer um que eu siga.

Se pensarmos cuidadosamente, as pessoas que começaram há 5 anos ou mesmo antes, começaram no momento perfeito. A indústria não estava tão saturada e o Instagram não tinha esse numérico louco. Isso significa que ao usar os TAGS corretos, ter conteúdo bacana ou resumindo sendo um bom Instagrammer você poderia ser reconhecido e aparecer na página principal ou também as chances de serem repostado eram muito maiores. Agora você pode fazer tudo isso e ainda ter o mesmo alcance baixo de sempre e nunca ser aparecer em lugar algum, nem mesmo para quem te segue.

Compreendo totalmente a frustração da primeira geração de blogueiros aqui da Suíça, que fez tudo de forma orgânica, mas é verdade, pessoal, vocês foram pioneiros e começaram  no momento certo. Hoje em dia, aqueles que crescem rápido são aqueles com muitos contatos ou com uma estrela enorme. Tantas contas criativas estão lutando para aparecer e nada, então, o que agora? Às vezes, é triste e decepcionante ver as estatísticas tão baixas em algumas fotos,  mas isso não significa que queremos ou precisamos comprar…

Eu acredito que tudo depende do que você quer do seu Instagram. Para mim, por exemplo, Instagram é como o velho e bom Fotolog (sim, eu sou velho – e eu costumava ter e adorar o Fotolog). Eu amo o Instagram porque adoro fotos e gosto de ver o modo das pessoas de mostrar a vida delas (é, sem dúvida minha rede social favorita).

Eu tento mostrar minha vida e minha maneira de ver as coisas, mas também é uma extensão do blog -o blog sendo o que eu realmente gosto de fazer e quero que as pessoas acessem. Eu adoraria mais seguidores no Instagram? Com certeza (especialmente porque eu amo a plataforma)! Preciso deles? Eu não sei. Talvez sim – não faria mal. Então, esta é a primeira coisa em que você precisa pensar. Por que você precisa do Instagram?

Às vezes eu olho de perto para minha conta e uma galera sem foto de perfil ou com umas fotos pra lá de estranhas me adicionaram. Se eu tiver tempo, eu vou verificá-los e bloqueá-los se parecer realmente anormal. Alguns outros dias, fico feliz por ter um número maior de seguidores apenas para acordar no outro dia para ver que tenho 10 seguidores a menos. Tudo isso acontece naturalmente, sem forçar nem comprar nada. Instagram não é uma máquina orgânica pessoal, e certamente não é o mundo real também.

Então, qual é o barulho com o Instagram? Eu realmente acho que o negócio da influencer e dos criadores de conteúdo on-line está mudando e deve mudar! Por um longo tempo, era tudo sobre os números, agora acredito que é hora de as agências e marcas darem chance à pessoas mais criativas dispostas a trabalhar e que estão realmente próximas e conectadas do seu publico (micro-influencer). Mas é um movimento lento, enquanto isso não acontece, a minha primeira dica é cuidar do nosso próprio conteúdo e contas. É bom olhar para os outros e ser inspirado por isso, mas, tenha orgulho do seu trabalho e aprenda a apreciar o trabalho alheio.

Então, aqui vão minhas dicas para crescer no Instagram e compartilhe as suas também se você tiver alguma, há espaço suficiente na rede para todos nós então sejamos mais amáveis e vamos ajudar uns aos outros 😉

  1. Conteúdo forte – Como para o seu blog, você deve “work, work, work” o seu Instagram … Encontre seu tema e vá com ele ?a fundo. Invista nas loucurinhas também, seja mais natural. É um pequeno quadrado, então seja ousado e corajoso. Eu também acredito que é melhor para o seu Instagram ter coisas diferentes do que você já exibiu nas outras mídias que você possui (blog, site, canal do YouTube e assim por diante …). Se o seu trabalho for bom, as pessoas irão adicioná-lo e reconhecê-lo.
  2. Faça vídeos – Ainda uma das maneiras de aparecer em algum lugar é através de vídeos e histórias, então assim seja! Eu posso ver que muita gente nova vem por causa dos vídeos – nota mental para fazer mais!
  3. TAGs e Hashtags – ainda funciona ter as tags e nuvem de hashtags. Mas você precisa ser mais preciso e também alterá-las em vez de usar as mesmas que sempre. Coloque também nos seus vídeos e histórias. Se uma marca ou perfil que você marcou te reposta, muito pode acontecer!
  4. Interagir – Você gosta do Instagram? Então comente, curta as fotos, descubra novas pessoas, adicione as que você gosta, seja real. Isso fará com que as pessoas te visitem e também é uma fonte de inspiração. Instagram é interação então dedique de uma à 3 horas por dia para isso. Eu sei parece muito mas,  é por isso que os influenciadores que só fazem isso para viver crescem mais rápido, porque passam um tempo importante interagindo com muitas pessoas, assim eles obtêm novas conexões e seguidores. Além disso, lembre-se de ser legal com sua comunidade, responda-os, interaja com eles …. Trate-os como se deseja ser tratado por aqueles que você segue.
  5. Faça amigos na mesma área. Não porque você esteja interessado no que eles têm para oferecer, mas porque você se conecta com eles. Vocês já têm algo em comum, então, quando você encontrar a sua galera, fique com eles, ajudem-se, comente as fotos um do outro e assim por diante. Tudo isso ajuda a “quebrar” o numérico e é enriquecedor para você como uma pessoa poder trocar informações e dicas com pessoas no mesmo barco que você.
  6. Promoção paga. Menos glamurosa, pode-se dizer, mas é mais orientada para os negócios e pode fazer maravilhas. Se você tem orçamento, crie uma estratégia e investa um pouco. Isso trará novas pessoas. Provavelmente o motivo do Instagram ter mudado, assim gastamos dinheiro com eles. Novamente, tudo depende do que você quer do seu Instagram, caso contrário, seja orgânico.

Estas são essas as principais maneiras que me vem na cabeça agora, mas sinta-se à vontade para comentar e nos enviar suas ideias. Se você quiser começar nesta indústria, lembre-se de que é um trabalho árduo, então seja gentil e legal, isso atrairá boas coisas para você.

That’s all.

pics: Jagoda Wisniewska

 

WWMS-ParkOct2017_4WWMS-ParkOct2017_12WWMS-ParkOct2017_21WWMS-ParkOct2017_31WWMS-ParkOct2017_32WWMS-ParkOct2017_33

Wearing:

T-shirt: Zara

Jacket: Levi’s Vintage

Trousers: Pull & Bear

Belt: Bershka

Fanny Pack: Vintage

Sneakers: ASOS

 

What would Miranda say?

An insomniac guy sharing his adventures in life & in fashion. Currently based in Switzerland.

[jetpack-related-posts]

One thought on “How to grow on Instagram – Is it still possible?

Leave a Reply